Portal da Cidade Toledo

camu-camu

Pesquisadores do Biopark publicam artigo internacional sobre fruto amazônico

O artigo foi publicado pela revista internacional Journal of Medicinal Plants Research, especializada na área de pesquisa de plantas medicinais

Postado em 06/05/2020 às 11:58 |

A área de Pesquisa e Inovação do Biopark continua avançando e trazendo resultados que impactam positivamente a sociedade. No laboratório de Nutracêuticos, onde são pesquisados alimentos funcionais e suas qualidades para a população, os avanços têm refletido internacionalmente. Um dos resultados é a publicação de um artigo sobre as pesquisas com o fruto amazônico camu-camu.

O artigo foi publicado pela revista internacional Journal of Medicinal Plants Research, especializada na área de pesquisa de plantas medicinais. Participaram da produção a Diretora de PDI do Empreendimento, Josélia Larger Manfio, e os pesquisadores Juliana Andres Percio, Letícia Battisti Mallmann, Luis Felipe Priester, Suzane Gabriela de Carvalho, além de Viviane da Silva Lobo, que é professora do Mestrado em biociências da UTFPR e orientadora de alguns pesquisadores do grupo. O trabalho desenvolvido, também é uma parceria com a Universidade Laval, de Quebec (Canadá).

“Começamos a estudar o camu-camu motivados pelo nosso acordo de colaboração científica com a Universidade Laval. Percebemos que existem vários grupos de pesquisa trabalhando com esta fruta, pois seu potencial nutricional é muito interessante. O desafio de copilar todos os dados e redigir este artigo de revisão nos auxiliou a identificar questões ainda não esclarecidas sobre esta fruta, evitando retrabalhos e agilizando os próximos passos do nosso projeto. Nossa discussão fomenta a aplicação dos recursos científicos na obtenção de soluções para a comunidade. É fato que a alimentação exerce papel fundamental na nossa saúde, logo, é pertinente que se foque os recursos científicos na busca de respostas e soluções a serem disponibilizadas à população”, explica Josélia.

Camu-camu

O camu-camu tem sido objeto de estudos por apresentar grande potencial terapêutico. No estudo que originou o artigo foram analisados aspectos botânicos, fitoquímicos e de processamento da fruta, além do efeito biológico. O artigo reúne resultados relevantes e mostra caminhos a serem seguidos no futuro para desenvolver suplementos alimentares, fitoterápicos e medicamentos, comprovadamente efetivos, oriundos das descobertas a partir destes compostos naturais.

Fonte:

Deixe seu comentário