Portal da Cidade Toledo

juventude

Prevenção ao suicídio é tema em palestra para jovens e adolescentes de Toledo

Cerca de 300 alunos do Ensino Médio participaram do momento de discussão

Postado em 17/05/2019 às 12:30 |

Em mais um trabalho de descentralização das Políticas Públicas para a Juventude, a Prefeitura de Toledo por meio da Secretaria da Juventude realizou na manhã desta quinta-feira (16) a primeira palestra com o tema de prevenção ao suicídio. A ação aconteceu no Colégio Estadual Jardim Porto Alegre, com cerca de 300 alunos do Ensino Médio participando do momento.


O Secretário da Juventude, Jairo Luiz Cerbarro, destacou a efetividade de uma ação como essa nas escolas e colégios de TOLEDO. “Ano passado já foi ofertada e ministrada esse tipo de palestra  em 2 colégios, só que para um grupo pequeno, não teve um grupo tão grande como está tendo agora, e a pedido da direção nós estamos começando a fazer essas palestras novamente. Esse ano a palestra inicial, o piloto, será aqui no Jardim Porto Alegre, e logo após iremos levar para outros colégios assim que solicitado”.


Jairo reforça que para um Colégio contar com essas atividades basta apenas que entre contato. “O colégio que tiver interesse pode entrar em contato com a Secretaria da Juventude. Fazemos uma análise do local e uma reunião do que será apresentado durante o momento. Temos o Rodrigo Dallanol que é psicólogo dos Centros da Juventude e está dando este auxílio”, destaca.


O Colégio Estadual Jardim Porto Alegre possui em torno de mil alunos matriculados regularmente, desses em torno de 500 são Ensino Fundamental, e o restante do Ensino Médio. A Diretora do Colégio, Salete Polonia Borilli, reforça o trabalho com os alunos. Temos percebidos situações em que é necessário abordar o tema, conversar sobre, colocar o ‘dedinho na ferida’ e falar sobre isso. É preciso lutar e ir a frente, prevenir, fazer ações de prevenção”, explicou Borilli.


Salete reforça que a intenção de hoje é ser o primeiro momento, a primeira atividade, palestra e a partir dela fazer ações menores para que dê sequência para demanda e para necessidade que a escola tem.


O adolescente de 17 anos, Lucas E., contou que foi uma palestra importante para conscientização dos jovens da escola. “Sabemos que as coisas não são fáceis na vida. Mas não é por isso que vamos deixar que a tristeza ou dificuldades deixe ficarmos pensando coisas erradas, como o suicídio. Essa palestra foi importante principalmente pelo diálogo com o palestrante”.

Fonte:

Deixe seu comentário